ULTIMA LAGRIMA



Na beira do destino, onde a vida se entrelaça,
Uma mulher, valente, enfrenta sua desgraça.
Deixada pelo marido, com os filhos a seu lado,
A solidão era vasta, um oceano ignorado.

Lutou como uma leoa, contra as ondas da dor,
Seu coração, uma chama, em meio ao torpor.
Cada suspiro era uma batalha, cada lágrima um mar,
Mas a vontade, essa força, não a deixava naufragar.

Nos braços da noite, ela sussurrava suas preces,
Enquanto a lua testemunhava suas dores e suas preces.
Os filhos, pequenos astros, orbitavam ao redor,
Ela era o sol que os aquecia, a luz de seu amor.

Mesmo enferma, ela erguia-se como um farol,
Iluminando o caminho, mesmo em seu extenso luto.
Mas o destino é um mestre, e às vezes é implacável,
Levou-a suavemente, como uma vela em um temporal.

Na última lágrima, havia um oceano de adeus,
Um mergulho no infinito, onde o amor se desfaz.
Seu legado, uma canção, ecoa na eternidade,
Uma mulher, uma mãe, na história da humanidade.

Nos corações que ficam, ela permanece viva,
Sua coragem, sua força, a luz que nos cativa.
Na última lágrima, há um suspiro de alívio,
Ela descansa agora, no abraço do infinito.

About this poem

Escrevi este poema por ser uma realidade do cotidiano e para monstrar que na vida nem sempre haverão finais felizes.

Font size:
Collection  PDF     
 

Written on January 28, 2024

Submitted by hermenegildosoque17 on January 28, 2024

1:08 min read
1

Quick analysis:

Scheme AABB CCCC DDCC EBEE DDBB AFFB
Characters 1,158
Words 227
Stanzas 6
Stanza Lengths 4, 4, 4, 4, 4, 4

Ultima Lagrima

Cresci em Angola em uma zona de classe media e ate hoje vivo ca, sou estudante de informatica e amo redes, nao tenho nenhum filho, gosto de escrever poesia e jogar basquete e futebol. more…

All Ultima Lagrima poems | Ultima Lagrima Books

1 fan

Discuss the poem ULTIMA LAGRIMA with the community...

0 Comments

    Translation

    Find a translation for this poem in other languages:

    Select another language:

    • - Select -
    • 简体中文 (Chinese - Simplified)
    • 繁體中文 (Chinese - Traditional)
    • Español (Spanish)
    • Esperanto (Esperanto)
    • 日本語 (Japanese)
    • Português (Portuguese)
    • Deutsch (German)
    • العربية (Arabic)
    • Français (French)
    • Русский (Russian)
    • ಕನ್ನಡ (Kannada)
    • 한국어 (Korean)
    • עברית (Hebrew)
    • Gaeilge (Irish)
    • Українська (Ukrainian)
    • اردو (Urdu)
    • Magyar (Hungarian)
    • मानक हिन्दी (Hindi)
    • Indonesia (Indonesian)
    • Italiano (Italian)
    • தமிழ் (Tamil)
    • Türkçe (Turkish)
    • తెలుగు (Telugu)
    • ภาษาไทย (Thai)
    • Tiếng Việt (Vietnamese)
    • Čeština (Czech)
    • Polski (Polish)
    • Bahasa Indonesia (Indonesian)
    • Românește (Romanian)
    • Nederlands (Dutch)
    • Ελληνικά (Greek)
    • Latinum (Latin)
    • Svenska (Swedish)
    • Dansk (Danish)
    • Suomi (Finnish)
    • فارسی (Persian)
    • ייִדיש (Yiddish)
    • հայերեն (Armenian)
    • Norsk (Norwegian)
    • English (English)

    Citation

    Use the citation below to add this poem to your bibliography:

    Style:MLAChicagoAPA

    "ULTIMA LAGRIMA" Poetry.com. STANDS4 LLC, 2024. Web. 19 Apr. 2024. <https://www.poetry.com/poem/180451/ultima-lagrima>.

    Become a member!

    Join our community of poets and poetry lovers to share your work and offer feedback and encouragement to writers all over the world!

    April 2024

    Poetry Contest

    Join our monthly contest for an opportunity to win cash prizes and attain global acclaim for your talent.
    11
    days
    22
    hours
    31
    minutes

    Special Program

    Earn Rewards!

    Unlock exciting rewards such as a free mug and free contest pass by commenting on fellow members' poems today!

    Browse Poetry.com

    Quiz

    Are you a poetry master?

    »
    Who wrote the poem One Art?
    A Elizabeth Bishop
    B Elizabeth Barrett Browning
    C Sylvia Plath
    D E. E. Cummings