Quem seria capaz de me amar



A vida que errar...
Sem receber salvação
Quem seria capaz de me amar?
Se não sou mais desse mundão?
Me deixe a desejar
Quebre os meus ossos e o meu coração
E talvez nem me caiba reclamar
Pois só estou a te machucar
Em minha longa missão

Eu... O que seria eu?
Tenho de aguardar
O que ainda vai ser meu
Mas quanto tempo esperar?
O que também pode ser seu
O coração vem me amargar
Mas olho o véu
Véu que um dia veio a rasgar
Quem seria capaz de me amar?
Além de quem está no céu?

Vida... Vida... Será que alguém te amou?
Será que mostraram gratidão?
Alguém mostrou?
Te deram a mão?
Ou ela passaria de raspão?
O amor voltou...
E é mais que o "vidão"

Ah, amar...
Que três vezes foi aqui repetido
Venho a sonhar
O meu desejável pedido
Eu vou alcançar
Eu e o meu coração arrependido

É mais que uma triste canção
Que se pode cantar...
Eu amei com coração
O que poucos podem amar
Quem é o vilão?
Se você pode tudo mudar
Aos que me amam e amarão
Sei que com vocês posso contar
Mas mais uma vez vou perguntar
Além de que está no céu
Que é mais que suficiente
Quem seria capaz de me amar?

About this poem

Uma dúvida frequente entre as pessoas "quem seria capaz de me amar?" Faz nós refletirmos e analisarmos o amor... A vida em si, o que seria o amor? Você consegue decifrar? Leia, e veja se pode.

Font size:
Collection  PDF     
 

Written on December 06, 2007

Submitted by anajuliafirmino7 on August 29, 2022

Modified on March 05, 2023

1:12 min read
1

Quick analysis:

Scheme abAbabaab xacaxadaAd cbabbeb aeaeae babababaadeA
Closest metre Iambic tetrameter
Characters 1,126
Words 239
Stanzas 5
Stanza Lengths 9, 10, 7, 6, 12

Ana Julia Firmino de Souza

Aluna, sonhadora... O que se poderia dizer de uma adolescente de 15 anos? Algo que poderia ser especial? Bem, todos somos únicos, de alguma forma, ama poesia, ama estudar, ama ver a vida de maneira única, enfim... Tantos detalhes, porém, simples. Isto é uma biografia? more…

All Ana Julia Firmino de Souza poems | Ana Julia Firmino de Souza Books

1 fan

Discuss the poem Quem seria capaz de me amar with the community...

0 Comments

    Translation

    Find a translation for this poem in other languages:

    Select another language:

    • - Select -
    • 简体中文 (Chinese - Simplified)
    • 繁體中文 (Chinese - Traditional)
    • Español (Spanish)
    • Esperanto (Esperanto)
    • 日本語 (Japanese)
    • Português (Portuguese)
    • Deutsch (German)
    • العربية (Arabic)
    • Français (French)
    • Русский (Russian)
    • ಕನ್ನಡ (Kannada)
    • 한국어 (Korean)
    • עברית (Hebrew)
    • Gaeilge (Irish)
    • Українська (Ukrainian)
    • اردو (Urdu)
    • Magyar (Hungarian)
    • मानक हिन्दी (Hindi)
    • Indonesia (Indonesian)
    • Italiano (Italian)
    • தமிழ் (Tamil)
    • Türkçe (Turkish)
    • తెలుగు (Telugu)
    • ภาษาไทย (Thai)
    • Tiếng Việt (Vietnamese)
    • Čeština (Czech)
    • Polski (Polish)
    • Bahasa Indonesia (Indonesian)
    • Românește (Romanian)
    • Nederlands (Dutch)
    • Ελληνικά (Greek)
    • Latinum (Latin)
    • Svenska (Swedish)
    • Dansk (Danish)
    • Suomi (Finnish)
    • فارسی (Persian)
    • ייִדיש (Yiddish)
    • հայերեն (Armenian)
    • Norsk (Norwegian)
    • English (English)

    Citation

    Use the citation below to add this poem to your bibliography:

    Style:MLAChicagoAPA

    "Quem seria capaz de me amar" Poetry.com. STANDS4 LLC, 2024. Web. 22 Jun 2024. <https://www.poetry.com/poem/136531/quem-seria-capaz-de-me-amar>.

    Become a member!

    Join our community of poets and poetry lovers to share your work and offer feedback and encouragement to writers all over the world!

    June 2024

    Poetry Contest

    Join our monthly contest for an opportunity to win cash prizes and attain global acclaim for your talent.
    8
    days
    1
    hour
    25
    minutes

    Special Program

    Earn Rewards!

    Unlock exciting rewards such as a free mug and free contest pass by commenting on fellow members' poems today!

    Browse Poetry.com

    Quiz

    Are you a poetry master?

    »
    Published in 1954, "Fighting Terms" was the first collection of poems by which poet?
    A Philip Larkin
    B Sylvia Plath
    C Thom Gunn
    D Ted Hughes